Susana Lopez-Querol - Uma Brilhante Cientista STEM

0

Oriunda da Espanha, Susana Lopez-Querol é uma animada cientista atualmente estabelecida em Londres. Tendo se formado em engenharia civil em Madri, ela descobriu sua verdadeira paixão e vocação nas ciências do solo através de seu doutorado. Lentamente, mas com certeza, ela mudou todo seu foco intelectual para a Engenharia Geotécnica e agora está ocupada escrevendo um roteiro de mudança neste domínio através de sua pesquisa e inovação.

Ela também está transformando a vida dos jovens estudantes em seu papel de Conferencista Sênior no University College London (UCL).

Para nosso primeiro episódio em Mulheres em STEMNão poderíamos ter pedido um assunto melhor.

"Não era com isso que eu queria começar (engenharia civil), mas lentamente, a vida me mostrou essa direção, e agora é isso que estou fazendo, e amando cada momento", pergunta Susana quando perguntada sobre sua mudança de foco. Enquanto estava na Espanha, ela estava trabalhando em projetos de engenharia civil, nos quais ela se especializou durante seus bacharelados e cursos de mestrado. Durante o curso de doutorado, Susana começou a estudar o efeito dos terremotos no solo, ou seja, a liquefação do solo. "Meu objetivo era compreender o efeito dos tremores sísmicos e seus efeitos sobre os solos. Tentamos entender este fenômeno antes da ocorrência de um terremoto, para que ele possa ajudar na construção de uma infra-estrutura mais sustentável e evitar falhas ou colapsos".

Susana com sua filha. Sem dúvida, outra mente brilhante em formação!

Susana com sua filha. Sem dúvida, outra mente brilhante em formação!

Vivendo o sonho, transformando os desertos um de cada vez

Muitos cientistas esperam uma vida inteira antes de receber um projeto tão inovador que exija um pensamento radical, mas Susana já está vivendo seu sonho.

Atualmente ela está trabalhando em um projeto com uma empresa inovadora no Oriente Médio, resolvendo um problema que lhes está custando milhões de dólares. Há muitas empresas construindo enormes infra-estruturas através de áreas áridas, mas as condições cansativas e o ar quente sempre em erosão no deserto não estão ajudando sua causa. E então adivinhe no que Susana está trabalhando?

Ela se propõe a usar a areia do deserto para construir infra-estruturas e aterros. Em resumo, o que esteve no deserto durante eons será agora utilizado para construir propriedades que possam sobreviver às duras condições, abrindo assim um novo reino de construção e espaço para toda a humanidade. Teríamos pensado em tal projeto para ser um grande desafio, mas não para Susana! Isto é apenas um trampolim para ela.

Planeta mais limpo e energia sustentável - Esse é o desafio

"O projeto de transformação da areia do deserto é definitivamente o sonho, mas não é o meu projeto mais desafiador". Meu projeto mais desafiador é o que está por vir. Estou começando a trabalhar em um projeto de turbinas eólicas que irá diminuir o custo da energia sustentável e renovável através de turbinas eólicas".

Perseguir desafios é a norma neste campo.

"As turbinas eólicas custam muito dinheiro, e é por isso que muitos países ainda não o adotaram em escala total. Entretanto, é a melhor forma de energia renovável disponível em locais ventosos e diminui a pegada de carbono para uma escala maciça. Meu projeto piloto, que consiste em melhorar as bases destas infra-estruturas, neste campo está sendo implantado no Reino Unido, e uma vez bem sucedido, estou planejando implantar este projeto também em outros países. O principal objetivo deste projeto é reduzir a poluição e garantir ar limpo para todos".

Susana está definitivamente transformando o mundo, um projeto de cada vez!

Aplicação prática da pesquisa: Palavras mundanas de conselho

Ela tem uma teoria simples para se manter atualizada e continuar inovando. "Trabalhar com empresas e assumir projetos". As empresas se beneficiam através de métodos inovadores que permitem a redução de custos e a otimização de processos. Aborde-os para sua pesquisa. É mais fácil entrar em contato com as empresas para aplicação de pesquisa. As empresas estão felizes em ensinar as pessoas e em ter mais intelectuais envolvidos em seus projetos".

Mas, quando apontamos que a maioria dos cientistas não acha tão fácil chegar às empresas, ela teve uma abordagem prática. "Conduzir pesquisas e trabalhar em projetos que sejam mais práticos". Tais projetos são tipicamente pegos pelas empresas. Se você quiser trabalhar com eles, forneça soluções inovadoras para seus problemas. Simples! É disso que se trata a engenharia".

Maestro multi-tarefa

Quem disse que as mulheres podem fazer multi-tarefas como um chefe estava tão certo! E para Susana, a multitarefa parece ser uma segunda natureza.

Quando lhe perguntaram se ela tinha mais tempo para uma pesquisa mais dura, ela disse casualmente: "Estou estudando os efeitos das vibrações, incluindo as explosões, em todos os tipos de solos. Estou explorando tudo o que acontece com o solo para poder prever o comportamento e evitar a destruição de qualquer tipo".

Tivemos que perguntar - o que impulsiona sua pesquisa? O que alimenta sua paixão inabalável pela pesquisa?

"Estou tentando melhorar as coisas e encontrar soluções para ajudar as pessoas a evitar desastres". Ensinar também é muito inspirador. Conheço jovens estudantes que estão abertos ao aprendizado e curiosos sobre como tudo funciona. Eles tendem a questionar tudo e estão sempre pensando fora da caixa para encontrar soluções. Ensinar e interagir com eles regularmente tem sido uma experiência esclarecedora e inspiradora. Eles se sentem orgulhosos de fazer parte da especialidade de engenharia civil".

"Entrar como palestrante sênior na UCL foi o momento decisivo para mim. Trabalhei com outras universidades, mas aqui, tem sido uma experiência altamente gratificante. Não só tenho uma aula maravilhosa, mas estou constantemente maravilhado com tanta gente". Abriu muitas portas, e agora estou sendo contatado por inúmeras empresas para ajudar em seus projetos de pesquisa. Portanto, sou capaz de trabalhar em minha pesquisa, ensinar e construir uma rede fantástica - tudo ao mesmo tempo".

O que mais um pesquisador apaixonado poderia pedir?

As mulheres na STEM - a realidade

Iniciamos esta série para entender as experiências psicológicas das mulheres na STEM, e é animador conhecer cientistas como Susana, que realmente estão conquistando o mundo apesar de todos os desafios que as mulheres cientistas normalmente enfrentam. Sim, Susana não foi poupada de comentários sexistas ou de parcialidade, mas ela os aceitou de frente.

O fator animador é que tais ocorrências não existem em proporções epidêmicas, mas as correntes subjacentes raramente são perdidas. Susana admite que, durante a maior parte de suas reuniões, ela nem sequer percebe que é provavelmente a única mulher por perto. Ela expressa sua opinião abertamente e não deixa que isso a afete de forma alguma. No entanto, as coisas certamente foram diferentes no início de sua carreira, especialmente dado que ela está no campo da engenharia civil - um bastião dominado por homens.

Ela sente que a maioria das mulheres prefere empregos de escritório ao trabalho em canteiros de obras, e é por isso que há muito poucas mulheres em canteiros de obras. Isto, por sua vez, leva a uma grande lacuna de gênero na força de trabalho no canteiro de obras.

Susana continua: "Mas eu não vejo esta disparidade tanto no Reino Unido. Acho que as leis rigorosas baseadas no gênero no Reino Unido certamente estão ajudando a causa". Por exemplo, as alunas da minha classe são tipicamente tão participativas e vocais quanto seus colegas do sexo masculino.

"A vida profissional na Espanha era diferente, mas eu não sinto mais a diferença na Inglaterra. Estudar era melhor na Espanha, já que a porcentagem de mulheres nas aulas lá era maior, mas a vida profissional era um pouco difícil. Acho que a principal razão para isso é que muitas mulheres preferem trabalhos de interior ou de escritório, que são igualmente desafiadores, mas isso se traduz em menos mulheres no próprio local. Portanto, eu tive que enfrentar algumas dificuldades na Espanha. Mas o cenário é completamente diferente no Reino Unido - eu não sinto mais essa pressão"!

Ela atribui esta mudança de situação à série de leis e resoluções que são eficazes no Reino Unido, embora ela diga que a porcentagem de estudantes do sexo feminino em sua classe é atualmente um pouco menor do que costumava ser na Espanha. Ela sente que o sexismo, se ele existe, está bem sob controle aqui.

O que irá deter o sexismo?

"Definitivamente, devemos avançar na direção da igualdade de gênero nos locais de trabalho. Isto pode ajudar a reduzir e eventualmente eliminar o sexismo". Normalmente, nas reuniões, não presto atenção ao fato de que sou única e que provavelmente sou a única mulher lá. Não sou uma mulher, sou uma pessoa, isso é o que eu penso com freqüência. Mas, na Espanha, tem havido cenários onde alguns comentários sutis foram passados".

O humor é a chave

Quando perguntada como enfrentar e combater o sexismo, Susana teve uma resposta interessante.

"Em meu departamento, quase 50% do pessoal são mulheres, porque nossa universidade assegura que a igualdade de gênero seja mantida. Na Espanha, devemos ter regulamentações adicionais para garantir que a diferença de gênero seja reduzida". Mas não há muito que possamos fazer além disto, porque estes são sentimentos muito subjetivos.

No meu caso, normalmente lido com tais situações de forma muito educada e tento não discutir, uma vez que discutir não é muito útil nem produtivo. Por isso, contraponho tais situações com humor. Eu apenas rio disso e tento contrariar tais tentativas diretamente com humor".

#WomenInSTEM - Palavras para viver

"Seja em ciência, tecnologia ou engenharia, todos nós temos o mesmo cérebro. Somos iguais. Temos as mesmas capacidades. Portanto, antes de mais nada, temos que nos comportar e pensar que somos seres humanos e não mulheres, e não esperar que os homens reconheçam que estamos em pé de igualdade com eles. Temos que começar por nós mesmos".

__________
Assista a este espaço ao entrevistarmos mais empresas do #WomenInSTEM nos próximos meses.


A Kolabtree ajuda empresas em todo o mundo a contratar especialistas sob demanda. Nossos freelancers têm ajudado empresas a publicar artigos de pesquisa, desenvolver produtos, analisar dados e muito mais. Leva apenas um minuto para nos dizer o que você precisa fazer e obter cotações de especialistas gratuitamente.


Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Especialistas autônomos de confiança, prontos para ajudá-lo em seu projeto


A maior plataforma freelance do mundo para cientistas  

Não obrigado, eu não estou procurando contratar agora